Muito além de um direito humano básico, a igualdade de gênero hoje é um objetivo que vem ganhado força nas nossas ações. O papel das mulheres no setor cafeeiro é extremamente significativo e, ainda assim, elas têm menos acessos a recursos como terras, crédito e informação, como apontou o relatório “Igualdade de Gênero no Setor Cafeeiro” da Organização Internacional do Café.

O estudo apontou a desvantagem da mulher em relação ao homem e como isso afeta a produtividade das fazendas e a estrutura das famílias. Foi diante dessa realidade que lançamos, em 2017, um guia de metodologias e práticas da Nespresso analisando a realidade em diferentes países e estabelecendo 4 grandes metas até 2020, são elas:

1. Que o Nespresso AAA Program beneficie igualmente homens e mulheres,
2. O empoderamento real das mulheres com ações pontuais
3. Trazer o tema para o conhecimento de agrônomos, fornecedores e todos os nossos colaboradores.
4. Contribuir para o setor de maneira geral, influenciando outras empresas disponibilizando nossa metodologia e estudos.

Na Indonésia, por exemplo, 97% das mulheres gostariam de ser mais envolvidas na cafeicultura. Todas gostariam de participar de mais treinamentos e visitas a fazendas. No entanto, mais de dois terços dos homens entrevistados pela pesquisa disseram que prefeririam se apenas homens comparecessem os treinamentos, e muitos disseram que as responsabilidades domésticas das mulheres ficariam comprometidos se as mulheres participassem de treinamentos sobre café.

Já na Guatemala, 88% das mulheres disseram similarmente que são interessadas em se envolver mais na cafeicultura, e os homens apoiam isso. Algumas mulheres acreditam ser menos capazes do que os homens de cultivar café, em grande parte devido a falta de confiança em sua capacidade de gerenciar trabalhadores agrícolas e realizar trabalho físico.

COMO AGIMOS?

Mais uma vez encontramos nos agrônomos a nossa maior ferramenta de interlocução nos campos. Em parceria com o KIT Royal Tropical Institute, desenvolvemos um programa intensivo de ensino para os agrônomos do Nespresso AAA Program.

Nosso objetivo foi fortalecer sua capacidade de analisar, entender e abordar as desigualdades de gênero em seus ambientes de trabalho. Durante um período de até 12 meses, os treinadores regionais de gênero do KIT trabalham com agrônomos para traduzir conceitos abstratos de gênero em sua realidade diária. Hoje, também consideramos a igualdade de gênero quando contratamos nossos agrônomos, pois esse é um fator poderoso para mudar a perspectiva das mulheres agricultoras.

Saiba mais sobre a parceria da Nespresso e dos agrônomos clicando aqui: https://youtu.be/HzL2xPoiwKg

“Qualquer empresa que tenha uma estratégia de sustentabilidade corporativa inclui gênero, igualdade e diversidade em sua cultura, e a Nespresso não é uma exceção.”

Guilherme amado

Líder do Programa Nespresso AAA Brasil

Você Sabia?

Globalmente, mais de 30% dos agrônomos do Nespresso AAA Program são mulheres, e esperamos conseguir elevar ainda mais esse número. No Brasil, começamos 2014 com 15% de equilíbrio de gênero entre homens e mulheres. Hoje, atuando como agrônomos, a proporção é de 60% homens e 40% mulheres.