Você está aqui : Homepage > Pessoas > AAA 10 ANOS DE COMPROMISSO

AAA 10 ANOS DE COMPROMISSO

O Programa Nespresso AAA Sustainable QualityTM criou, em dez anos, um verdadeiro desafio: conjugar a excelência do café, a produtividade, o progresso social e a proteção do ambiente. O seu sucesso deve-se ao talento de 53 000 cafeicultores.


"Com a ajuda do programa vemos a nossa quinta como um modelo a seguir: mais qualidade, propriedade, organização." O cafeicultor colombiano que assim fala chama-se Diego Lopez. Através dele, expressam-se dezenas de milhares de homens e mulheres. Agricultores ligados ao seu solo, felizes por saber que o seu café será apreciado nos quatro cantos do mundo. Eles são grandes intervenientes do Programa Nespresso AAA Sustainable QualityTM.



Lançado em 2003, o Programa AAA recebeu um belo presente no seu décimo aniversário: a prova do seu impacto benéfico na vida dos cafeicultores, na preservação do seu meio e na excelência do café que a Nespresso lhes adquire. Esta prova foi fornecida por um organismo colombiano independente, o CRECE (Centro Regional de Estudos Cafeeiros e Empreendedores), após a realização de um estudo de 1200 quintas colombianas inscritas, ou não, no Programa AAA: nos três campos de ação contemplados, a separação a favor das quintas AAA é irrefutável.

"Para além da Colômbia, o Programa aplica-se de forma idêntica em outros sete países", afirma Guillaume Le Cunff, diretor internacional de marketing e estratégia da Nespresso. "O caminho é árduo? Certamente, mas estes dez anos nos permitiram fazer prosperar em conjunto a qualidade do produto, o bem-estar humano e o respeito pelo ambiente. É o que designamos por círculo virtuoso."


O TERCEIRO A DO TRIPLO A

Este programa, diferente dos outros, deve a sua existência a um crescimento espantoso. No início dos anos 2000, a Nespresso conhece uma taxa elevada de progresso por ano. Este sucesso pode complicar o fornecimento de café excecional, chave da qualidade da casa. A solução para que a excelência e a quantidade permaneçam no ponto de convergência? Que a Nespresso e os agricultores se tornem verdadeiros parceiros.

Como? Criando um novo critério de exigência. Dado que em certos países o café da melhor qualidade é cotado com AA, adicionámos um terceiro A para representar a durabilidade económica, ambiental, social. Os agricultores empenhados nesta ação receberão uma remuneração mais significativa. Na realidade, é um novo modelo de fornecimento que se esboça.

O local de trabalho, enorme, deverá funcionar com base na confiança, no intercâmbio e na paixão. Os cafeicultores que adiram ao projeto AAA são pioneiros. Será necessário aconselhá-los e acompanhá-los. Quem lhes dará esta assistência? Os agrónomos itinerantes, incumbidos pela Nespresso, provenientes de organizações profissionais, como os extensionistas da Federação Nacional dos Cafeicultores colombianos. Especialistas que os acompanhem diariamente.

Além disso, é necessário poder avaliar os progressos de cada agricultor. A Nespresso aperfeiçoa a primeira ferramenta de avaliação da qualidade durável, a TASQTM. Esta indica a tonalidade ideal da baga a colher e coloca questões pertinentes: os recursos de água da quinta são bem geridos? Os colhedores beneficiam de um alojamento adequado? Estes 296 critérios permitem ao cafeicultor aprimorar a qualidade da sua exploração com a ajuda do agrónomo.

É na Costa Rica que o Programa AAA dá os seus primeiros passos. Uma ONG reconhecida, The Rainforest Alliance, torna-se num dos seus pilares. Esta defende a floresta tropical húmida e apoia a agricultura durável com uma estratégia eficaz: "Compreendemos rapidamente que era proveitoso colaborar com as empresas", recorda-se Chris Willie, um dos fundadores. "O setor privado tem mais impacto no ambiente que todos os governos juntos." A partilha das tarefas assenta na especialização de dois parceiros: a Nespresso cuida da qualidade; The Rainforest Alliance, do desenvolvimento durável. Agrónomos, parceiros locais, cooperativas, transportadores completam este dispositivo, em que os agricultores são as figuras centrais.


UM PROGRAMA QUE GANHA TERRENO

Dez anos após o seu lançamento, o Programa AAA suscita hoje a adesão de agricultores originários de oito países: Colômbia, México, Nicarágua, Guatemala, Costa Rica, Brasil, Etiópia e Índia.


DESCOBRIR EM SI NOVAS RIQUEZAS

Um cafeicultor aguarda quatro anos antes de exibir os seus primeiros frutos perfeitos. A harmonização com um programa complexo não acelera o processo. Quatro anos foi o tempo necessário para o agricultor colombiano Diego Lopez melhorar a durabilidade da sua exploração, aumentar e manter a qualidade da sua produção: "Fizemos um esforço enorme e o desafio compensou! colhemos bagas perfeitas." Este café, do qual Diego se orgulha, o Grand Cru Rosabaya de Colombia, leva o seu aroma a todos os continentes. Para os solos de Cauca e Nariño, de onde provém, ele simboliza o país: "Aí encontramos o gosto da região, dos seus homens, das suas mulheres, do seu trabalho", entusiasma-se um agrónomo.

O aspeto mais surpreendente do Programa AAA consiste no fato de permitir a cada um descobrir uma riqueza ignorada. Os agricultores de Santander, na Colômbia, apreciam esta nova partilha dos conhecimentos: o Programa levou-os a trocar os cafeicultores do departamento de Tolima – compatriotas que vivem e trabalham a doze horas de distância no sul. Outros falam da proteção de um curso de água. Da cultura alternada das parcelas. Da construção de uma área de secagem coberta... Outros tantos passos no caminho. O ambiente? É um dos que lucra mais com o negócio.

A vegetação luxuriante desaprumando os cafeeiros oferece à biodiversidade a mesma proteção que a floresta tropical: orquídeas e colibris não perdem nada com a mudança. E o Programa AAA prova que durabilidade e qualidade podem coabitar: em Jardín, na Colômbia, uma unidade para despulpar e tratar as bagas de café, cuja construção foi suportada pela Nespresso, divide o consumo de água por 2,5 – enquanto a produção ganha em qualidade e o rendimento dos agricultores aumenta! Evocando o que foi obtido pelo Programa, um cafeicultor brinca: "Melhores hábitos, melhores refeições… isto assemelha-se a um velho conto de fadas entre nós."


NÃO CAFÉ DE QUALIDADE SEM AGRICULTOR SATISFEITO

atingimos a durabilidade? Não, assim como não atingimos o horizonte. Mas, não paramos de os perseguir. Após dez anos de prática, a grande lição enuncia-se assim: não café de qualidade sem agricultor satisfeito. Lição válida para todos os parceiros do negócio, uma vez que partilham uma aptidão preciosa. Eles podem crescer juntos.


Textos Francis Dolric - Fotografias Olivier Gachen



Tradio oral

Nespresso

Tradição oral

Ler Ler

Arquivos

Todas as pessoas Ver Ver

© Nestlé Nespresso S.A. 2010 . Nespresso Policy . Terms & Conditions . Sobre nós . Credits . Nespresso Websites
Opsone Fcinq